Trump e o Ocidente

O artigo TRUMP E O OCIDENTE foi publicado na revista do Instituto de Pesquisa em Relações Internacionais, órgão vinculado ao Itamaraty por Ernesto Henrique Fraga Araújo, o novo Ministro das Relações Exteriores do governo Jair Bolsonaro.

Resumo:

O presidente Donald Trump propõe uma visão do Ocidente não baseada no capitalismo e na democracia liberal, mas na recuperação do passado simbólico, da história e da cultura das nações ocidentais. A visão de Trump tem lastro em uma longa tradição intelectual e sentimental, que vai de Ésquilo a Oswald Spengler, e mostra o nacionalismo como indissociável da essência do Ocidente. Em seu centro, está não uma doutrina econômica e política, mas o anseio por Deus, o Deus que age na história. Não se trata tampouco de uma proposta de expansionismo ocidental, mas de um pan‑nacionalismo. O Brasil necessita refletir e definir se faz parte desse Ocidente.

Continuar lendo Trump e o Ocidente

As novas realidades no setor de serviços

No passado, as empresas que operam no setor de serviços ficavam atrás das empresas do setor industrial com relação à utilização do marketing, seja porque eram pequenas, seja porque eram profissionais liberais que não usavam marketing ou, ainda, porque enfrentavam alta demanda ou um nível de concorrência baixo. Mas esse quadro mudou. Alguns dos profissionais de marketing mais talentosos agora trabalham para as empresas de serviços.  Continuar lendo As novas realidades no setor de serviços

Gerenciamento dos serviços de suporte e assistência ao produto

Não menos importantes do que os setores de prestação de serviços são os setores baseados em bens que precisam oferecer um pacote de serviços paralelos. Fabricantes de equipamentos — sejam eles pequenos utensílios, equipamentos para escritório, tratores, computadores de grande porte ou aeronaves — precisam fornecer serviços de suporte e assistência ao produto. Continuar lendo Gerenciamento dos serviços de suporte e assistência ao produto

Desenvolvimento e gerenciamento de serviços

À medida que as empresas encontram cada vez mais dificuldades em diferenciar seus produtos oferecidos, elas recorrem à diferenciação dos seus serviços. Na realidade, muitas delas obtêm considerável lucratividade prestando um nível superior de serviços, seja por meio de entregas pontuais e respostas mais adequadas e rápidas às consultas, seja por meio de resoluções mais ágeis às reclamações. As prestadoras de serviço que alcançaram o topo conhecem bem essas vantagens, e também sabem como criar experiências memoráveis para os clientes. Vamos acompanhar nessa sequência de artigos o capítulo 13 do livro Administração de Marketing, onde o Autor Philip Kotler expande vários conceitos de marketing aplicados à prestação e gerenciamento de serviços, incluindo: Continuar lendo Desenvolvimento e gerenciamento de serviços

Marketing de luxo versus marketing tradicional: exemplos brasileiros

Elevação da renda, globalização, desenvolvimento e expansão de novas tecnologias, mudanças em culturas de consumo e até mesmo crises financeiras em países desenvolvidos são fatores que impulsionaram o negócio e o marketing de luxo para novos consumidores em diferentes países, incluindo o Brasil. Continuar lendo Marketing de luxo versus marketing tradicional: exemplos brasileiros

O marketing da Toyota

A Toyota oferece uma linha completa de carros para o mercado norte-americano, desde sedãs familiares e veículos utilitários esportivos até caminhões e minivans. Há produtos com diferentes faixas de preço, desde os Scions de preço baixo até os Camrys de preço médio e os Lexus de luxo. Projetar essa variedade de produtos significa ouvir uma variedade de clientes, desenvolvendo os carros que eles querem e depois criando um marketing que reforce a imagem de cada marca. Continuar lendo O marketing da Toyota