Brasil ainda importa 75% dos fertilizantes

“Em tal maneira é graciosa que, querendo-a aproveitar, dar-se-á nela tudo”, escreveu Pero Vaz de Caminha, descrevendo a fertilidade da terra que se tornaria o Brasil. Caminha, infelizmente, pouco sabia de agricultura, e o ditado “em se plantando, tudo dá”, que hoje ecoa a impressão do visitante português, não passa de propaganda enganosa. Um olhar mais atento revela que a terra tupiniquim sofre com a falta de componentes essenciais para o desenvolvimento vegetal, e que seria necessário um jeitinho brasileiro para transformar este vasto território em potência agrícola. Ainda importamos muitos fertilizantes.

Continuar lendo Brasil ainda importa 75% dos fertilizantes

Agronegocio com ciência e arte

Costumamos fazer severa autocrítica pelo fato de o Brasil investir tanto em agronegocio, preferindo commodities a produtos de maior valor agregado, com pouca ciência e pouca arte, certo? Pois o ex-ministro da Agricultura, engenheiro agrônomo e coordenador do GV-Agro, o Centro de Agronegócio da Fundação Getulio Vargas de São Paulo, Roberto Rodrigues, rebateu essa idéia enfaticamente.

Continuar lendo Agronegocio com ciência e arte

Setor do etanol vê nova chance de superação

Mesmo com perspectivas de continuidade da crise econômica no País, o setor do etanol espera cenário um pouco mais positivo em 2016. O consumo aquecido no correr de 2015 e os aumentos de preços no acumulado do ano podem representar o início, ainda que de forma gradativa, de uma retomada da rentabilidade do setor, que há alguns anos amarga custos de produção em alta e prejuízos financeiros. Por outro lado, como há expectativa de crescimento no volume produzido, é preciso planejamento ao longo da safra para manter a cadeia sustentável.

Continuar lendo Setor do etanol vê nova chance de superação

Um mundo ameaçado

Estamos assistindo ao fim do crescimento continuado, porque ele excederia de longe a capacidade da Terra de sustentar uma civilização baseada nos atuais estilos de vida, segundo Robert Ayres, especialista do Insead. Trata-se de uma grande mudança de paradigma. Vivemos num mundo ameaçado pelo nosso gigantismo.

Continuar lendo Um mundo ameaçado

O mercado de fertilizantes no Brasil e as influências mundiais

Conheça os mercados internacional e nacional de fertilizantes e seus competidores. Nesse artigo são apresentadas as características competitivas do mercado de fertilizantes no Brasil e também informações da origem e do processamento das matérias-primas, para a fabricação de produtos nitrogenados, fosfatados e potássicos. Visualize o panorama do setor que permitirá ao leitor interpretar e processar alguns dados, que servirão para esclarecer detalhes estratégicos sobre a indústria de fertilizantes.

Continuar lendo O mercado de fertilizantes no Brasil e as influências mundiais

Solofértil: análise de marketing e definição de estratégias de vendas

Em 1996, a Solofértil adquiriu o controle acionário da Fertisep e fundiu as duas empresas em uma única operação, tornando-se responsável por cerca de 20% do mercado brasileiro de adubos químicos. Desse total, as vendas da Fertisep representavam cerca de ¼, enquanto ¾ ficavam com a Solofértil. A incorporação da Fertisep, como é natural, criou vários problemas de ordem logística, com a desativação de algumas fábricas e armazéns, de forma a otimizar os custos de produção e distribuição.

Continuar lendo Solofértil: análise de marketing e definição de estratégias de vendas